As plantas dão boas-vindas

Há várias espécies perfumadas que podem ser usadas dentro e fora de casa

Muitas espécies de plantas, com suas flores, exalam aromas para atrair visitantes, os insetos polinizadores. Esses insetos terão como recompensa o néctar e/ou pólen e a planta terá garantida sua perpetuação através da reprodução sexual.  

Os perfumes das flores consistem em uma mistura complexa de compostos de baixo peso molecular que as plantas emitem na atmosfera. Sua estrutura, odor e cor (sim, os compostos são visíveis para os insetos) indicam o caminho até as flores. Aromas doces atraem abelhas e moscas. Aromas frutados e picantes atraem besouros. As que exalam perfumes de dia são polinizadas por abelhas e borboletas, as noturnas, por mariposas, traças e até mesmo morcegos.

Geralmente a máxima emissão dos compostos voláteis se dá quando a flor está pronta para a polinização. Após a flor ser polinizada, ocorrem mudanças qualitativas e quantitativas, direcionando os polinizadores para as outras flores.

Jasmim-manga (Plumeria rubra)

Nós também apreciamos esse perfume das flores. Dão boas-vindas aos nossos convidados! E são várias as espécies perfumadas que podemos usar dentro e fora de casa. Algumas são tóxicas, outras têm o perfume tão forte que precisam ser plantadas mais longe de casa.  Algumas delas:

Dama-da-noite (Cestrum nocturnum) – Exala forte perfume durante a noite. Deve ser plantada mais afastada da residência. É tóxica.

Jasmim-do-cabo (Gardenia jasminoides) – Arbusto de folhas verde-escuras que floresce quase o ano todo. Suas flores têm ciclo curto e exalam agradável perfume. 

Jasmim-de-madagascar (Stephanotis floribunda) – Trepadeira com folhas verde-escuras. Crescem lentamente. Suas flores brancas exalam suave perfume. 

Jasmim-do-cabo (Gardenia jasminoides)

Jasmim-manga (Plumeria rubra) – Apesar de originária do México e das Américas do Sul e Central, foi adotada como árvore símbolo do Havaí. Suas flores são usadas para confecção dos colares havaianos, chamados de leis. Exala perfume agradável. É tóxica.

Rosa (Rosa grandiflora) – Essa, todos conhecem! Seu perfume é suave, mas suficiente para atrair muito polinizadores. Use em canteiros exclusivos de rosas. Ficam chiques.

Lantana-rasteira (Lantana montevidensis) – Arbusto que floresce o ano inteiro, tem em seus buquês de flores lilás um delicadíssimo perfume. Ficam ótimas quando usadas em vasos ou como forração. São tóxicas.

Murta-de-cheiro (Murraya exotica) – Árvore muito usado para cerca-viva. Produz pequenas flores brancas e perfumadas.

Esponjinha (Calliandra brevipes) – Arbusto, também usado para cerca-viva. Suas inúmeras flores cor-de-rosa exalam perfume delicado. 

Esponjinha (Calliandra brevipes)

PLANTAS PARA INTERIORES:

Amarilis (Amaryllis sp.) – Flores grandes e vistosas, muito perfumadas.

Lírio (Hemerocallis sp.) – Os lírios são muito perfumados e ficam lindos em casa.

Lança-de-ogum (Sansevieria cylindrica) – Ótima para vasos, quando floresce exala marcante e adocicado perfume noturno.  Sua floração é rara. 

Orquídea (Cattleya sp.) – Suas grandes flores exalam perfume suave e marcante. Depois que florescerem, retire-as da embalagem e amarre-as nos troncos das palmeiras e árvores, evitando o sol da tarde. Todos os anos florescerão e perfumarão os arredores!

Texto de Rosalba da Matta Machado publicado originalmente na coluna Jardinando do portal Mundo Husqvarna. Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total e parcial ou divulgação comercial sem a autorização prévia e expressa do autor (artigo 29). Todos os direitos reservados.

Várias Amarilis (Amaryllis sp.)

Amarilis (Amaryllis sp.)

Using Format